Apresentação

Partindo da premissa de que a sustentabilidade está na essência do mercado segurador, cuja principal missão é preservar o patrimônio de famílias e empresas – além do mais importante deles, a vida –, o Grupo Bradesco Seguros desenvolve uma série de projetos que reforçam sua capacidade de responder aos desafios de um planeta cada dia mais necessitado de segurança e proteção.

Mais do que dar visibilidade às iniciativas e inovações do Grupo Segurador, estes “Cadernos de Sustentabilidade” – o título no plural sinaliza uma construção coletiva e transversal, que permeia diversas áreas – pretendem ser um multiplicador de conhecimento. Assim como o Fórum da Longevidade, palco para importantes discussões sobre como conquistar um envelhecimento ativo, conciliando saúde, qualidade de vida e bem-estar com planejamento financeiro. Ou como o programa Porteiro Amigo do Idoso, que qualifica profissionais de portaria de prédios residenciais a oferecer soluções e cuidados adequados às necessidades de moradores idosos.

Os projetos do Grupo Segurador buscam agregar eficiência ao conceito de desenvolvimento sustentável. Tem sido assim na adoção de processos internos que reduzem impactos ao meio ambiente; no pioneirismo de criar produtos que promovem a inclusão social e financeira; na atitude solidária e inovadora de manter uma operação especial para atender pequenos e médios clientes atingidos por catástrofes naturais; na determinação de erguer sua sede, em São Paulo, baseada integralmente nos princípios de sustentabilidade em todas as etapas da construção; e, sobretudo, no compromisso de mobilizar funcionários e colaboradores em torno da causa da sustentabilidade.

Muitas dessas ações, como o Movimento Conviva, que difunde a ideia da convivência pacífica no trânsito, são inspiradas em experiências internacionais, como as vividas pela maioria dos países da Europa, onde é possível usar a bicicleta como meio de transporte de forma harmônica com outros veículos. Essas referências podem ajudar a ampliar nosso conhecimento sobre como podemos contribuir para a melhoria das condições da Terra, por meio da adoção de pequenas atitudes em nosso dia a dia.

Com esta publicação, o Grupo Bradesco Seguros também pretende evidenciar o papel estratégico das companhias seguradoras como agentes de inclusão social e financeira. O Grupo Segurador foi o primeiro a comercializar produtos para a população de baixa renda, em 2004. Seu pioneirismo também permitiu que moradores da Comunidade Santa Marta, na Zona Sul do Rio de Janeiro, tivessem acesso à proteção de suas casas e de seus pequenos negócios, além de viabilizar uma solução pioneira de acessibilidade, que traduz textos e áudios em português, em tempo real, para a Língua Brasileira de Sinais – a Libras.

Que as próximas páginas proporcionem uma leitura agradável, mas que sirvam também de inspiração para transformar hábitos e atitudes. O planeta, claro, agradece.

bola_caderno_
Seguro e Sustentabilidade

Ser vanguarda está no DNA do Grupo Bradesco Seguros. Mais do que comercializar seguros e liderar o segmento, com cerca de 25% de participação de mercado, o Grupo Segurador é reconhecidamente uma empresa inovadora, comprometida socioambientalmente e fomentadora de inclusão social – aspectos que balizam a sustentabilidade.

Mas como uma empresa financeira pode contribuir, na prática, para a sustentabilidade do planeta? Um dos caminhos é incorporar em sua rotina de trabalho princípios de governança que resultem na adoção de práticas mais eficazes e responsáveis nos negócios e na vida de cada um. Seja por meio de processos internos, criação de produtos mais aderentes às realidades socioeconômicas da população ou, sobretudo, promovendo a mobilização de funcionários como ferramenta multiplicadora de informação e experiência.

Nesse sentido, foi uma consequência natural o Grupo Bradesco Seguros ter se tornado a primeira seguradora brasileira a integrar o grupo signatário dos Princípios para a Sustentabilidade em Seguros (PSI, na sigla em inglês de Principles for Sustainable Insurance), estabelecidos pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – Iniciativa Financeira (UNEP-FI), com assento em uma das cadeiras de seu Conselho.

Os princípios lançados pela ONU durante a Conferência Rio+20, em 2012, formam uma estrutura para que o mercado global de seguros trate de riscos e oportunidades ambientais, sociais e de governança, assinalou Ban Kimoon, então Secretário-Geral da ONU, em sua mensagem de apresentação do PSI.

Ser signatário do PSI reforça a vocação do Grupo Bradesco Seguros de aliar crescimento econômico a uma busca permanente por soluções e processos que harmonizem suas atividades aos conceitos fundamentais para a proteção do meio ambiente.

rodape_seguros
cap1_imgfavela

A marca Bradesco Seguros é pioneira na criação e comercialização de seguros inclusivos, direcionados à população de baixa renda. Em 2004, por exemplo, lançou o primeiro seguro de vida voltado para as classes C, D e E – o “Vida Segura Bradesco”. No formato de seguro popular, o produto tem prêmio reduzido (R$ 9,90 mensais, em valores da época) e sorteios mensais.

Com o conhecimento adquirido sobre o novo perfil do consumidor que surgiu no Brasil, o Grupo Bradesco Seguros também criou, em 2010, o primeiro seguro sob a filosofia e conceito de microsseguro no País (antes mesmo que esta modalidade tivesse sua própria legislação): o seguro de acidentes pessoais “Primeira Proteção Bradesco”, ao preço de R$ 3,50 na época, que vendeu, desde o lançamento, mais de quatro milhões de apólices. No mesmo ano, em outra iniciativa inovadora, o Grupo Segurador lançou o “Bilhete Residencial Estou Seguro”.

Nesse sentido, foi uma consequência natural o Grupo Bradesco Seguros ter se tornado a primeira seguradora brasileira a integrar o grupo signatário dos Princípios para a Sustentabilidade em Seguros (PSI, na sigla em inglês de Principles for Sustainable Insurance), estabelecidos pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – Iniciativa Financeira (UNEP-FI), com assento em uma das cadeiras de seu Conselho.

O produto foi desenvolvido exclusivamente para atender os moradores da Comunidade Santa Marta, localizada na Zona Sul do Rio de Janeiro. Com linguagem de fácil entendimento e contratação simplificada, o Bilhete Residencial – a custos anuais de R$ 4,50, R$ 5,50 ou R$ 7,50 – integra o projeto de educação financeira “Estou Seguro”, criado a partir do Prêmio ganho pela CNseg, em 2009, do programa Microinsurance Innovation Facility. A principal característica inovadora desse produto residencial é uma cartilha que explica, de maneira simples, o funcionamento de suas coberturas e de como o seguro pode ser utilizado.

Em 2011 o Grupo Segurador ganhou o prêmio Innovation Grants, promovido pela então chamada Microinsurance Innovation Facility (atual Impact Insurance Facility), entidade ligada à OIT, então financiada pela Fundação Bill e Melinda Gates, destinada a promover a inovação em microsseguros.

A premiação Innovation Grants serviu de inspiração para que o Grupo Segurador levasse ao mercado o “Expresso Premiável”, comercializado exclusivamente por meio de correspondentes bancários no País – lotéricas, supermercados, lojas de departamento, farmácias e drogarias e demais estabelecimentos comerciais autorizados pelo Banco Central (BC) a operarem na intermediação financeira. Esse produto sofreu atualizações em 2015 e hoje se chama “Microsseguro Bradesco Proteção Premiável”.

abaixo_1

Na esteira de seu compromisso com a inclusão social e financeira, o Grupo Bradesco Seguros foi a primeira seguradora a ter um produto de microsseguro aprovado pela Susep (Superintendência de Seguros Privados), em 2012: o “Bradesco Proteção em Dobro”. Trata-se de um combo de seguro residencial e de acidentes pessoais, acrescido de assistência funeral individual como benefício adicional.

A visão do Grupo Bradesco Seguros, que relaciona eficiência ao desenvolvimento sustentável, se desdobra em outras ações, corroborando sua adesão aos Princípios para a Sustentabilidade em Seguros. No que se refere à gestão de recursos naturais, vale destacar a certificação internacional LEED Green Building Gold For New Construction, concedida ao edifício sede do Grupo Segurador em Alphaville, São Paulo, que seguiu os padrões de sustentabilidade em todas as etapas de construção, além do kit digital (apólice em PDF) e de campanhas de conscientização entre funcionários, como a “Racionalize”.

A empresa também foi vencedora na categoria Inovação em Seguros, da CNseg, com o aplicativo para celular Prodeaf, solução pioneira de acessibilidade que facilita a comunicação entre surdos e ouvintes. Já a longevidade é um capítulo especial na gestão de negócios da seguradora, que desenvolveu ampla plataforma de atuação, por meio de iniciativas como o Circuito de Corrida e Caminhada da Longevidade, o Fórum da Longevidade e o programa Porteiro Amigo do Idoso, para incentivar a conquista do envelhecimento ativo, com saúde, qualidade de vida e bem-estar.

Contribuir para a educação no trânsito também faz parte dos compromissos do Grupo, que mantém o Movimento Conviva, com o objetivo de estimular a convivência harmoniosa entre motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres.

img0001
img00002
img0003
img0004
bola_longevidade
Longevidade

A população mundial está cada vez mais longeva. Em 2014, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estimava haver 841 milhões de pessoas acima de 60 anos. A previsão da entidade é de que, em 2050, o planeta tenha nada menos do que 2 bilhões de idosos, consequência direta da queda das taxas de natalidade e de mortalidade nas últimas décadas. No Brasil, o processo de envelhecimento da população já acionou o radar dos principais observadores, como governos, empresas e organismos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), daqui a três décadas, 30% da população será formada por idosos – o equivalente a 64 milhões de brasileiros.

A longevidade inquieta a sociedade. O mundo está se preparando adequadamente para atender às demandas da parcela mais idosa da população? Estaremos envelhecendo com saúde e qualidade de vida? Como garantir um futuro com proteção, planejamento financeiro, qualidade de vida e bem-estar em um mundo tomado por tecnologia e sedentarismo? Tais indagações levaram o Grupo Bradesco Seguros a desenvolver uma ampla plataforma focada na longevidade, para promover o debate sobre assuntos que afetam a vida de quem já passou dos 60.

Embrião do posicionamento do Grupo Bradesco Seguros sobre o tema, o Fórum da Longevidade foi realizado pela primeira vez há 11 anos. O evento reúne especialistas, médicos, atletas, artistas nacionais e internacionais, em debates que possam contribuir para que o idoso viva feliz e plenamente integrado ao contexto da sociedade moderna.

Em 2016, por exemplo, o XI Fórum da Longevidade Bradesco Seguros explorou o tema Expandindo as fronteiras da longevidade. Entre os especialistas internacionais participantes, os destaques foram o professor de Empreendedorismo Social e Filantropia da Columbia University, Tom Kamber, e o pesquisador David Sinclair, consultor em políticas públicas para o envelhecimento e mudanças demográficas e diretor do Centro de Longevidade Internacional do Reino Unido (ILC-UK).

A partir do Fórum, o Grupo Bradesco Seguros criou, em 2011, os Prêmios da Longevidade. Na categoria Jornalismo, o objetivo é estimular e divulgar a confecção de matérias jornalísticas que aprofundem as questões da longevidade no Brasil; na modalidade Pesquisa, o intuito é reconhecer e encorajar a produção de conhecimento científico, de forma a contribuir para a maior compreensão dos vários aspectos do envelhecimento no País; e a categoria História de Vida busca estimular a transmissão de conhecimento entre gerações, incentivando o relato de histórias que, de alguma forma, contribuam para disseminar o conceito de longevidade com qualidade de vida e bem-estar.

video

Depoimentos